Você é nosso visitante nº_ marcador de visitas

A LENDA - clique na imagem e faça um tour pela gloriosa história do Botafogo

19 de mai de 2015

BOTAFOGO VAI A FLORIPA

BOTAFOGO 2x2 FIGUEIRENSE



Time joga a primeira partida
da terceira fase
Empate em 2x2


Do purgatório ao céu em 49 minutos


O primeiro tempo - um autêntico show de horrores.

Não jogaram hoje o Gilberto, o Mattos e o Bill, daqueles considerados titulares e ainda o recente Daniel Carvalho que hoje nem foi de banco. Ele não viajou e vai se incorporar ao elenco em Brasília, para onde o grupo seguirá direto de Floripa a fim de cumprir o jogo do brasileiro contra o Atlético-GO.

E que gol perdeu este mistão aos 23 minutos da primeira etapa, com Henrique e Elvis se atrapalhando sozinhos ante o goleiro. Dois minutos depois, Jefferson fez jogada errada, afastando uma bola para o lado nos pés do jogador deles e na volta, em falha do Renan Fonseca, eles abriram o placar. O que bastou para ficarem pelo menos mais uns 10 minutos ininterruptos rondando o gol do Jefferson, com a nossa defesa expondo todas as falhas que é capaz de cometer, o que temos visto em muitos destes jogos de 2015. Aos 36 minutos, o Bill-II (Henrique) entrou de novo sozinho com o goleiro mas mais uma vez, se atrapalhou e não conseguiu fazer o gol, claro, mostrando que já deveria estar longe do clube. Show de horrores com direito a mulher barbada (Fonseca) e palhaços (Henrique, Diego Jardel e chega)

E o time foi assim, sendo contraatacado e lá na frente, chegando sem convicção, de forma atabalhoada até os 52 minutos deste primeira etapa, a mais nova determinação da CBF, de não deixar nenhum lance de cera ou atendimento médico sem desconto. Vai faltar preparação física. E creiam, voltamos para a segunda etapa com este mistão bem carregado nos cartões, outra das novas determinações da entidade que responde pela tabela (pois quem manda bem o sabemos), a de dar cartão para qualquer tipo de reclamação. Vai faltar jogador para terminar certos jogos.

O segundo tempo - um começo ruim mas um final bem produtivo

Voltamos com o Emerson na zaga no lugar do Fonseca, um dos amarelados pelo juiz mas na criação de jogadas, nada. E, claro, o festival de horrores voltou logo no início quando, numa jogada de área, Emerson tentou tirar a bola na linha do gol, chutou em cima do Giaretta e tomamos o segundo. Um bizarríssimo gol contra e uma sombria perspectiva de jogo para aqueles mais de 40 minutos restantes. Renê ainda aguardou a postura do time mas ante a amarelice total do Henrique, o tirou de campo para a entrada do Bill. Aos 17, quem saiu foi o Airton para a entrada do Camacho, ou seja, ficamos sem a chance de tentar a sorte com o Lulinha, e isto precisando atacar, precisando ir para a área deles com qualidade.

Mas até que o meio de campo se acertou e começamos a tentar a chegada na área deles que por sua vez, pararam de atacar. Só que nossa chegada era sempre atabalhoada, com jogadas sem muita objetividade, sem aquela bola mais forte à frente do goleiro para dar moral ao time. William Arão, antes um motor e um fator de inteligência na nossa meia, hoje estava abaixo de qualquer nível, sem a menor condição de receber uma nota maior do que zero para a sua atuação. Mas apesar dos pesares, do Bill, do hoje inepto Arão e do inútil Diego Jardel (a Lady Flávio da perna esquerda), conseguimos o nosso gol com Giaretta, aos 32 minutos e a partir daí, tomamos conta do jogo. Até o Arão parou de errar a partir deste gol.

O empate, numa falta bem cobrada pelo Carleto já no fim do jogo e com o rebote do goleiro aproveitado pelo Luis Ricardo, acabou por nos premiar, como a recompensar o time pela má sorte da jogada do gol do Emerson. Aqui no Rio nós conseguiremos vencê-los: basta o time jogar focado. Foi um bom final de jogo, pelo menos, uns 25 minutos de jogo intenso, de posse de bola muito superior à do adversário e o empate foi um prêmio para esta postura final.


- Elvis - com a atuação de hoje, ajudando a tirar o time de uma situação caótica para uma bela arrumação na parte final do jogo, já mostrou que Tomas pode ir esquentando o banco.

- William Arão - Hoje esteve abaixo da crítica mas como bom jogador que é, cresceu com o time na parte final.

- Luis Ricardo - Bela surpresa. Enquanto teve fôlego, cumpriu muito bem o papel de lateral/atacante. No fim, mesmo sem pernas mas com inteligência, se posicionou muito bem para aproveitar o rebote e empatar.

- Diego Jardel - Pelo amor de Deus! Será que sou tão implicante assim ou este cara é mesmo a moleza que tenho visto e reclamado sempre? O que a 'criança' tira o pé da bola quando tem que dividir é um assombro. Banco já! Muito bom, mas para ficar de papo com o Tomas na reserva (e vejam, os dois no banco é uma temeridade).

O acesso ao blog não é recomendado com o navegador Internet Explorer.

14 comentários:

  1. As primeiras do brasileirão (o que realmente nos importa).

    O Macaé perdeu ontem e o S. Correia só joga no sábado. Assim, nossa vitória em Goiânia é fundamental para assumirmos a ponta, possivelmente como líderes isolados.

    Paret.

    ResponderExcluir
  2. Paret, o Macaé venceu o Oeste por 4x2 ontem. Foi a 6 pontos.

    Ainda ontem o Náutico venceu o Criciúma por 2x0 e chegou aos 9 pontos, com saldo 4.

    Nós temos saldo 4 e uma vitória simples nos mantêm na frente do Náutico, mas vai restar o jogo do Sampaio Corrêa, contra o Mogi, na sexta-feira, em Mogi.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Em tempo: nosso jogo será em Brasília, por iniciativa do Atlético/GO, aumentando assim nossas possibilidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vix.. hehe. Valeu Cadré. Os compromissos aqui estão me deixando maluco. Para vocês terem uma idéia, uma coisa da qual eu não abria mão, acompanhar os nossos jogos, está difícil (e olha que renovei o sócio-torcedor).

      Vi o Macaé com 6 pontos e achei que tinha sido por derrota ontem mas parece que perderam na segunda rodada.

      Valeu.

      Paret.

      Excluir
  4. Paret,

    Uma correção, o lateral atacante que fez o gol do empate é Luis Ricardo. Luis Henrique é a joia da base, e ele ou Vinicius Tanque são opções melhores para time misto que esse Henrique. O Henrique chega conseguir fazer a gente ter saudades e pedir o Bill no time, pra depois se arrepender é verdade, mas chegamos a este ponto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aquela história Henrique. Um time formado por famosos 'Quem?' dá nisso. Confunde todo mundo.

      Consertando.

      Paret.

      Excluir
  5. Concordo com tudo o que foi dito no Editorial. E principalmente no que se refere à entrada do Lulinha e não do "Billtolado"... Nem descansado o sujeito consegue fazer a diferença, jogando de zagueiro para o time adversário... Pracabá... E o tal do pé de moça, que tirou o sapatinho de cristal na dividida? Pqp. E a penalidade não marcada, só eu vi? E o imbecilóide do comentarista que falava uma coisa e depois tinha que corrigir por outra, pois falou um monte da "incapacidade" do Botafogo de fazer gol... rsrsrsrs Teve que engolir o comentário. E não fosse a nossa bizarra defesa, teríamos saído com vitória. O time deles cansou, e no segundo tempo, dominamos. Mas eles tem jogadores rápidos... Temo que ficar atento. E viram como o Airton é muito melhor que o Marcelo Mattos? Ele peca pelas jogadas violentas. E gostei do Camacho, acho que dará um caldo. E o rapaz que entrou no lugar do Renan Fonseca, gostei dele também. Não teve culpa no gol contra. O sujeito dar um carrinho no próprio colega, é de última. Enfim, gostaria de saber se o Figayrense jogou completo, para ter uma ideia do nível do time. E jogamos de time meio "misto".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O garoto do gol contra Alexandre, Emerson, é da base. Foi afobado no lance do gol mas é promessa de bom zagueiro para estes meses vindouros. Só não pode mesmo é entrar no fogo, como ontem.

      Já quanto ao Airton, a última notícia dava conta de que, como era salário/2014, o clube iria deixá-lo sair pois do contrário, teria que rebaixar os seus vencimentos dos (por alto) 130 mil para 50 mil. 50 mil hoje é o topo do elenco (fora Jefferson) e Airton vele isso sim. Mas se sair, tem gente ali que pode tocar o barco. Até o falido Mattos, para segundona, já basta.

      E o Figayra jogou sim completo, mas perdeu 2 atletas importantes até o fim da primeira etapa. Talvez daí tenha vindo o medo de continuar atacando quando nosso time se acertou.

      Paret.

      Excluir
  6. Bom dia,

    Paret, minha única e pequena discordância é em relação ao Arão, já que gostei da participação dele ontem.

    A vitória não veio devido às falhas, sejam ofensivas (com direito à ombrada de Bill ao invés de cabeceada), sejam defensivas, como o bizarro gol contra. Acho Giaretta passar insegurança na zaga. Pode ajudar muito mais como volante.

    Henrique, concordando com você sobre o nosso ataque, me permita destacar um trecho do meu texto lá: "Com Henrique em campo, pensava se não seria melhor o Bill; Depois que Bill entrou, pensava se não seria melhor ter continuado com Henrique".

    Alexandre, também achei pênalti no lance do Jardel. Também gostei do Camacho ontem, diferente do que ocorreu na sua estreia.

    Um detalhe ontem é que ao final do jogo, com desgastes normais, eles não puderam mexer, já que foram obrigados a fazer duas alterações ainda no 1º tempo, por contusões.

    Agora é pensar em sábado, pelo Brasileiro, contra o Atlético/GO.

    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amigão. Vi o William errando tudo enquanto o time jogou mal mas no fim, o vi incrivelmente recuperado e ajudando a levar a bola para o ataque, e veja, ficamos num "ataque contra defesa" quase completo nos 25 minutos finais.

      Sobre Henrique/Bill, não seria melhor jogar com 10?

      Paret.

      Excluir
  7. Bom dia caríssimos Botafoguenses.

    Valeu pelo empate que nos deixa bem no jogo de volta.

    Alguém tem que avisar ao Bill para ele tirar o colar cervical quando entrar em campo, o sujeito vai cabecear duas vezes e não vira o pescoço em direção ao gol. Ou então, está necessitando de óculos urgentemente. rsrsrsrsrs

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquela cabeçada que deveria ser para a direita (direção do gol) e ele deu para a esquerda foi uma das coisas mais ridículas que já vi em futebol. Teve outras por aí mas esta entra na galeria Luiz.

      Paret.

      Excluir
    2. Muito boa essa, Luiz. Parecia mesmo com o pescoço preso, considerando os dois lances.

      Excluir
  8. Agora é Brasileirão de novo.

    Sampaio Correa empatou ontem. Se vencermos ficamos somente nós e Náutico com 100%. Trazendo um pontinho, seguimos no G4.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Sou Botafogo

Sou Botafogo
campanha gratuita do BLOG BOTAFOGO ETERNO pela associação - clique no banner

Leia aqui como o Botafogo mudou o rumo da história do esporte no Brasil (e do futebol no mundo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imagens Históricas - Por Luiz Fernando do BLOG