Você é nosso visitante nº_ marcador de visitas

A LENDA - clique na imagem e faça um tour pela gloriosa história do Botafogo

22 de mar de 2015

OUTRA VITÓRIA NO SEGUNDO TEMPO


BOTAFOGO 1 X 0 CABOFRIENSE

Vencemos mais uma, e pelo menos neste momento estamos na liderança da Taça Guanabara. Mas o mais importante: faltando 12 pontos a serem disputados temos 6 pontos de vantagem sobre o quinto colocado, o que praticamente garante a vaga nas semifinais do estadual, considerando os confrontos diretos e a necessidade de fazer só 50% dos pontos.

Mas de novo não jogamos tão bem, e acabamos vencendo com gol no segundo tempo. Infelizmente foi o que eu assisti, pois compromisso familiar não me deixou ver, e portanto falar, sobre o primeiro tempo.

De qualquer forma deu para notar que Renan entrou bem, que Pimpão, devagar, vai brigar de volta pela posição dele, que Sassá tem evoluído e não é mais aquele garoto afobado de antes, e que Gilberto está excelente na lateral no quesito apoio.

Agora é seguir o trabalho, ver as questões de contusões que assustaram, com Sassá e Gilberto deixando o campo sem condições. Sassá, por sinal, deixou o jogo faltando mais de 10 minutos e com todas as substituições feitas, deixando nosso time com 10.

Vamos ver nosso adversários... no momento dois seguem em uma disputa de pólo aquático no Maracanã...

Abraços.





BOTAFOGO 1 (Sassá) - Cabofriense 0 (Renan)


Assim deve ser contada
a história do placar do jogo de hoje.

Renan, este nosso esplêndido goleiro reserva, ao qual jamais culpei pela má forma naquelas semanas de 2014 em que andou falhando, já incorporou o Jefferson logo aos 17 segundos deste escamadíssimo jogo. Que defesaça senhores.

Sim amigos, começamos sofrendo uma pressão terrível mas ele estava atento. A segunda grande defesa já ocorreu a 1 min. e 28 segundos, coisa de cinema. Nosso time só passou do meio de campo aos 3 minutos de jogo mas isto já foi o suficiente para deixá-los mais longe da nossa área ou pelo menos, para tirar dali o sufôco inicial.

O time tentou então articular jogadas no ataque mas como os homens do meio ainda não "se apresentaram" ao restante do elenco, não chegávamos com contundência ao gol deles e voltamos a depender do 'Renanfferson' lá atrás. Era milagre atrás de milagre, por 5 vezes no primeiro tempo e em duas ocasiões, com defesas duplas. Vale a pena buscar o vídeo para postagem no blog.

A esperança de futebol melhor então ficou para a segunda etapa e o Renê Simões cumpriu o script dos últimos jogos: tirou o nulo Thomas e veio de Sassá. Mas o panorama pouco mudou pois o meio não ajudava. Aos 17 minutos então, Tassio saiu para a entrada do Rodrigo Pimpão. Mas a coisa só melhorou mesmo 5 minutos depois, num dos raros contraataques que tivemos contra este retrancadíssimo adversário, quando Sassá fez 1x0 num chutasso, depois de um belo lançamento vindo dos pés do cada vez mais lúcido e competente Gilberto.

Aos 25 minutos, o outro nulo (D. Jardel) saiu para dar entrada ao Gegê mas aí, o time, com o gol de frente, já ia impondo o seu jogo e chamando o adversário para pegá-lo no contraataque. Aos 35, ficamos sem o Sassá, que saiu por estiramento e assim, fomos com um a menos até o fim e, ainda, com Gilberto tabém à 'meio músculo' a partir dos 37 minutos. Também o Arão, no fim, já estava se arrastando pelo campo.

O clube tem que começar a se preocupar com a condição física dos atletas, com esta busca insana por taça estadual. Tem que ser medido se vale a pena brigar tanto por taças que temos ganhado a rodo desde que nos reorganizamos em 2006, com uma série B insana para disputar no segundo semestre. A notícia trazida por repórteres durante a transmissão era que, ante a necessidade de se poupar Gilberto e Carleto na quarta, contra o Barra Mansa, por conta das péssimas condições físicas dos dois, eles forçaram o terceiro cartão para ficarem limpos para o restante do torneio.

Assim, como fecho de ouro desta postagem neste dia tão especial para o Renan, vai aqui uma imagem bem picante publicada agora há pouco no face. A galera, sabemos, sempre vai pela via da zoação.

5 comentários:

  1. Gostei do time hoje Henrique, mas gostei do 'Botafogo/2015'. Tomamos sufôco de um pequeno, pequenos estes que têm sufocado os grandes neste carioca (vide o empate do Flu ontem contra o insignificante Tigres) mas que esqueçamos boa parte deste elenco para o ano que vem.

    Sassá fez o gol mas não vai mesmo passar num bom teste contra um dos outros 11 da elite. E deste elenco, acho que saem Gilberto, talvez Arão para uma boa reserva ou segundo homem de combate e se colocar a cabeça no lugar, Jobson.

    Esquecam Jardel, esqueçam meio elenco e tenhamos a certeza de que a outra metade vai ficar ali compondo o número de 33 a 35 atletas necessários à formação de um time decente.

    Pelo menos, um time ao nível do de 2013 antes da venda desmedida de nomes importantes.

    Paret.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite (ou bom dia - 0h46),

    Estive em Macaé. Achei o time meio displicente no 1º tempo. O setor de criação continua sendo o problema.

    Gilberto estava travado na 1ª etapa, não passava de um determinado ponto do lado direito. Ainda assim houve jogada em suas costas. Se soltou mais no 2º tempo.

    Os destaques foram Renan (com 1º tempo a la Jefferson) e William Arão. O volante se movimentou bastante, marcava e ainda ajudava nas saídas de bola da defesa para o ataque.

    Renan Fonseca esteve firme na defesa.

    Sassá deu um gás para o time no 2º tempo. Ele entra descansado e com sua velocidade dá uma canseira nos marcadores. Ainda fez o gol da vitória. Gol muito bonito por sinal. Infelizmente se contundiu.

    Na quarta-feira não teremos os 2 laterais, suspensos. O substituto de Gilberto (Luis Ricardo) estava contundido e não sei se terá condições de jogo.

    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cadré. O caso dos laterais foi pensado - eles tinham já, no planejamento, esta etapa de quarta para serem poupados pois foram os dois que mais apresentavam estresse muscular e assim, foram orientados a fazer uma reclamação mais incisiva a fim de receber o terceiro cartão.

      Agora o caso de Sassá preocupa. Reserva, entrando apenas em meio jogo por vez e mesmo assim estourar um músculo, deixa no ar uma preocupação quanto ao que pode ocorrer com o Jobson.

      Paret.

      Excluir
  3. Não é fácil jogar com um time retrancado, que veio com a proposta de arrancar um pontinho, e se desse a famosa "bola da sorte", buscar a vitória, nada mais que isso. Não saiu para o jogo e nem tinha time para isso, tanto assim que mesmo com dois a menos não nos causou grandes problemas. Demos alguns moles no primeiro tempo, verdade, e parte dos moles por bola mal rebatidas (já virou rotina), em chutões a ermo que no batem e rebatem acabam servindo de "lançamento/passe" para o adversário. Ainda temos que amadurecer o setor de criação, ajeitar a defesa, e melhorar a transição da defesa para o ataque (vi melhoras nesse quesito). Com relação ao que foi dito, alguns jogadores, sim, teriam vaga na série A, como Jefferson, Gilberto, Jobson (jogando a vera), Mattos (banco), Airton (não fosse o estopim curto), Rodrigo Pimpão (ainda em análise por mim... rsrsrsrs), Renan (banco), o restante do elenco é mediano, com oscilações. Até o final do ano veremos quem vinga e quem vai entrar na barca. Mais uma vitória no peito e na raça, e FOGÃO LÍDER, isso é o que mais importa... hehehehe

    Bom dia a todos.

    Alexandre.

    ResponderExcluir
  4. Outra questão a ser considerada é o fator campo: http://www.fogaonet.com/semcategoria/rene-critica-condicoes-do-gramado-nao-se-pode-ter-bom-futebol-com-esse-campo/

    ResponderExcluir

Sou Botafogo

Sou Botafogo
campanha gratuita do BLOG BOTAFOGO ETERNO pela associação - clique no banner

Leia aqui como o Botafogo mudou o rumo da história do esporte no Brasil (e do futebol no mundo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imagens Históricas - Por Luiz Fernando do BLOG