Você é nosso visitante nº_ marcador de visitas

A LENDA - clique na imagem e faça um tour pela gloriosa história do Botafogo

26 de mar de 2013

PÃO E CIRCO, TAMBÉM NO FUTEBOL



Não é de hoje que o Botafogo incomoda. Desde 1911 quando, revoltado pela punição a um atleta, todo o time, o clube, a instituição Botafogo abandonou a competição e a disputou, em 2012, em outra liga.

Depois, na década de 30, quando iludidos achavam que estavam profissionalizando o nosso futebol e imaginavam que, para isto, bastava estalar os dedos, incomodamos de novo. Não profissionalizaram coisíssima nenhuma, ficamos com times competitivos na nossa liga, ganhamos um tetracampeonato, provando, com o 4º título disputado já com as duas ligas reunidas, que éramos o time a ser batido (fomos A seleção na Copa de 34 e base da Copa de 38), naquela época romântica do nosso futebol. Passamos por um período ruim a partir do final da década de 30, ganhamos o campeonato de 48 mas o nosso futebol brasileiro continuou mambembe.

A perda da Copa de 50 aqui no Brasil foi uma prova inequívoca do nosso profissionalismo de direito (apenas de direito). De fato, continuávamos com um futebol de dirigentes (apenas de dirigentes), sem bons esquemas táticos e sem nenhum preparo para brilhar em competições internacionais. O time do Vasco ainda brilhava ao redor do mundo mas time era time (bastavam bons jogadores e tempo de convívio no campo para ter conjunto), mas o exemplo dado na Copa de 54 só fez fortalecer o estigma que acompanhava desde sempre a seleção brasileira, conhecida até então como time amarelão ou, como se dizia, com complexo de vira-latas. A imprensa não gosta de divulgar mas se houvesse Copa do Mundo nos anos 40, a Argentina não só teria nos deixado na poeira como, dificilmente, deixaria de ser bi-campeã. Os hermanos nos davam surras históricas (pesquisem) mas na imprensa do nosso país, ninguém gosta de tocar neste assunto.
Somente em 56, quando capitaneados pelo visionário e gênio do futebol João Saldanha, nossos dirigentes foram às Laranjeiras e dali tiraram um genial mas anônimo Didi para levá-lo à glória, o nosso futebol (o futebol brasileiro), finalmente, se profissionalizou de vez. Por longos 12 anos mandamos no futebol mundial e isto não arregimentou somente a ira dos concorrentes estrangeiros (a ira dos derrotados, buscando antídotos para parar Garrincha, Pelé, Gérson, Jair e tantas lendas inesquecíveis). O pior ódio foi guardado no peito de outro tipo de “adversário”: O ÓDIO DOS INCOMPETENTES, aqueles daqui mesmo.

O Botafogo acabou, pelo seu trabalho, sendo o time a ser batido ao lado do Santos. Conquistamos praticamente tudo o que havia para ser conquistado em matéria de futebol entre 57 e 73 e isto não passaria impune. As coisas foram degringolando, degringolando até que um “bucha” chamado Charles Borer, sem ter o que fazer a não ser assinar, assinou mesmo o documento que sacramentava a venda da nossa sede, acordo este que, de forma espúria , já houvera sido fechado lá atrás por descompromissados do nosso lado e ofendidos na sua mediocridade do outro.

Mas não morremos. Fomos tropeçando, batendo com a cabeça e a nossa torcida ali, firme, exibindo faixas como ‘CAMPEÃO OU NÃO ÉS ETERNA PAIXÃO’, voltamos ao encontro dos títulos 20 anos depois do último oficial com a bela conquista do carioca de 1989, passamos a frequentar a parte de cima da tabela de novo, ganhamos o nosso brasileiro, a segunda conquista nacional (a primeira já tínhamos conquistado em 68 – a única Taça Brasil dos times do Rio), ganhamos um campeonato carioca disputado em 97 com as mesmas características deste de 2013, com nosso time sobrando, mas infelizmente, más administrações nos levaram à segunda divisão, situação já enfrentada por um grande anteriormente (o Grêmio, 10 anos antes).

Eles nos davam como exterminados mas, para a tristeza de todos eles, voltamos e voltamos dispostos a não deixar barato. Por ser recebido em reuniões de arbitrais aqui no Rio com comentários do tipo “lá vem o integrozinho”, Bebeto de Freitas, que também pensou na frente e nos trouxe o Engenhão como presente para esta nova era, pagou um preço e tanto. O ano de 2007, sem o menor receio de estar errado, seria o da NOSSA TRÍPLICE COROA mas uma expulsão ridícula do Dodô, uma bandeirinha encomendada e um doping fajuto como uma nota de 3 reais foram minando o nosso belo elenco, com um futebol vistoso como o dos anos de ouro até que, novamente, passamos a viver no medo, no receio do erro e, pelo menos, em mais uns 5 anos, na perseguição do apito.

O apito, agora, eles esconderam, suponho, pela proximidade dos eventos internacionais e o medo de ficar muito evidente aos olhos da imprensa estrangeira, que não perdoa este tipo de coisa. Mas não poderiam suportar, em época de tanta visibilidade do esporte do país, um Botafogo brilhando e, em outra ponta, SEUS TIMES ESCOLHIDOS RASTEJANDO PELOS GRAMADOS DO PAÍS (um deles até pela América).

A reação dos adversários com os desmandos do juiz-garoto.

A expulsão do Seedorf FOI CORRETA. A marcação do impedimento anterior ao pênalti FOI CORRETA. A forma como tudo ocorreu, no entanto, deu-se por uma sucessão de fatos eivada de ocorrências estranhas. Pode-se afirmar que, nesta nova situação, aquele juiz estava ‘encomendado’? Eu, sinceramente, não sei.

A interdição do NOSSO ESTÁDIO, da maneira como foi agora explicada, É CORRETA, mas a forma nós vamos discutir até o fim que é igualmente estranha. Escutar a autoridade municipal dizer que estando a situação sendo acompanhada por 3 anos, chegou a uma situação limite, com tantos acontecimentos estranhos em outras áreas que atingem diretamente o Botafogo, nos faz suspeitar que, se os times de mídia estivessem aí brilhando, exibindo atletas que, mesmo voltando da Europa por baixo são aqui endeusados, talvez tivessem esperado mais um pouco.

Não sei mais em que acreditar.

Com a palavra, como sempre, os amigos do blog.

O acesso ao blog não é recomendado com o navegador Internet Explorer.

42 comentários:

  1. DIOGO-Comentou, às 21:44, na postagem anterior.

    _______________________________________________________

    Governos que derrubam a perimetral, fazem da obra do Maracanã uma eternidade caríssima( com direito à derrubada do museu do índio, do Julio Delamare, do Celio de Barros, etc...), querem agora(será?) derrubar a cobertura do Engenhão? são várias as possibilidades. Digamos que seja um fato verdadeiro. Por que a Odebrech, que finalizou a construção a fazia vistoria para o Botafogo não fez um laudo como este? caberia uma ação indenizatória do Botafogo em face da Prefeitura, por ter arrendado um estádio supostamente com "erro de projeto". Por que o prefeito de cara diz que a Prefeitura paga tudo? E se esse "tudo" for muito caro, o contribuinte pagará, como sempre, não é? porque duvido que vão vistoria o estádio do Vasco, ou mesmo do meu time lá em Campos(segundo time, hoje), o Goytacaz?

    Dinheiro público...Olimpíadas e construtoras sedentas? ou tudo verdade? não sei.

    Prefiro esperar. Mas, que é tudo muito, mas muito esquisito, é.

    Quem sabe algum dos amigos alvinegros não teriam alguma informação.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. BOA NOITE, AGUERRIDOS ALVINEGROS!

    Tomo a liberdade de discordar, pontualmente, do texto de abertura. Não achei correta a arbitragem na questão de voltar a trás na penalidade. E digo por que. Nenhum auxiliar marcou qualquer erro no lance. Fica então a pergunta: se ninguém viu, com base em que o juiz voltou atrás? E mesmo tendo acertado ao voltar atrás, por impedimento precedente, isso não exime a equipe de arbitragem de erro, pois deixou passar o tal impedimento! Ou estou errado? E volto a repetir, se a equipe de auxiliares não marcou absolutamente nada, de onde veio informação que “justificou” a anulação? E com relação à expulsão, não há como concordar pelos seguintes FATOS: O jogador Seedorf não tinha que sair. Não dá para saber o que os dois estavam falando, mas tudo leva a crer que ele (Seedorf) tentou argumentar com o “moleque-ameba”, e este não lhe deu ouvidos, imponto a sua saída imediata e pela lateral mais próxima, sendo que o substituído era o Cidinho (André Bahia já estava em campo. Isso está na súmula do imbecil-ameba). Já de cabeça quente (não tem sangue de barata), volta-se para o lado inverso ao que o juiz “alega” ter indicado para a sua saída e NESTE MOMENTO toma o 1º cartão amarelo. Ele parte de COSTAS e de saída pelo lado que lhe custou um cartão amarelo, SEM ABRIR A BOCA nem se virar (é só olhar o vídeo), mas do nada o “astro-moleque-ameba” corre como uma gazela no cio e manda o 2º CARTÃO AMARELO. Na súmula o “múmia-ameba” com sua inteligência-rara diz que ele o “ofendeu”, ao dizer que o que ele estava fazendo era palhaçada (Foi isso o alegado!). Bem... Em minha opinião caberiam outros adjetivos bem mais “fortes”, ele foi até bem educado, mas não mentiu em nada. Agora a invenção do xingamento não se sustenta pelo simples fato de que isso só poderia ter ocorrido se o orifício “inverso ao da boca” do Seedorf falasse, ou quem sabe, fizesse mímica... Seria risível, se não fosse trágico tudo isso. Causou um estresse desnecessário aos jogadores, o Marcelo Mattos tomou um cartão por conta disso, e o Seedorf tomou vermelho de graça e está ameaçado de levar 06 jogos de suspensão. E a cereja do bolo foi o presidente da FERJ dá nota 1000 a toda essa PALHAÇADA. Portanto, tudo o que houve após essa imbecilidade é surreal, e de culpa exclusiva do “moleque-ameba”. Atentem que na súmula está lá o André Bahia substituindo o CIDINHO. Portanto o Seedorf saiu apenas pelo desejo, pelo ego, pela necessidade de autoafirmação e pela incompetência absoluta do “moleque-ameba”, e saiu a contra gosto e puto da vida e com razão. E tem mais. Isso significa que, se não fosse a mágica da expulsão, teríamos ficado com um jogador a menos, prejudicando a equipe POR NADA. Por nada não... Para o mequetrefe-ameba aparecer. Por fim, eu tive a impressão de que a bola havia batido em um jogador adversário, mas não tive certeza, e nem vou levar esse questão a diante. Portanto, não posso concordar com o texto ao dizer que a arbitragem foi correta.
    Com relação à interdição, só posso dizer que PALHAÇADA continua sendo pouco para adjetivar o prefeito da cidade onde nasci. Devemos comprar um penico e uma melancia. Quem sabe ele não se satisfaz e deixa o Botafogo em paz. Essa foi da “cartola”, com trocadilho.

    ResponderExcluir
  3. Acho que essa matéria dá um pontapé inicial legal às discussões sobre a interdição do nosso estádio.

    http://www.fogaonet.com/noticia.asp?n=35374&t=cesar+maia+ironiza+eduardo+paes+e+empresas+responsaveis+pela+cobertura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Alexandre.

      Eu disse que a marcação do impedimento (o do pênalti ou ‘não’ pênalti) foi correta amigo. A forma foi esdrúxula, imoral e se fossem fazer o certo, até o jogo poderia ser anulado pois conforme eu falei na postagem do próprio jogo, fica claro que o bizu veio de interferência externa portanto, proibida pelas regras da Fifa. Mas o impedimento houve e assim, o gol seria legal mas discutível.

      E sobre a expulsão do Seedorf, ficou igualmente visível a sua irritação com tanta pixotada do apito, ele tomou pancada e o sujeito ignorou e finalmente, a palhaçada do ‘não’ pênalti deve tê-lo deixado estarrecido mas, infelzimente, ele tomou um amarelo e não pensou nas consequências do ato. Ele iria mesmo sair ou também ele viu a placa de substituição indicando a saída do Cidinho? Só se saberia se ele falasse o certo mas acho que até ele vai querer passar batido por isto e então, o que eu disse, foi que mesmo com a amebice explícita, do desenho de todo o lance, o garoto-juiz não teria outra alternativa, pelas atitudes do nosso craque, a não ser explusar o mesmo.

      E outra coisa, Seedorf comprou a briga quando ‘decidiu’ que iria sair pelo lado que escolheu mas o garoto-juiz passou boa parte do tempo antes do cartão amarelo pedindo que saísse pelo lado mais próximo à linha lateral, MESMO ESTANDO O MOLEQUE DESINFORMADO DA SUA FUNÇÃO, ou seja, a de saber que o substituído (Cidinho) já estava fora do campo.

      Infelizmente meu amigo, neste mar de lodo contra o Botafogo, nosso astro maior, sem saber direito como agir com estas malandragens, deu mole.

      Mas é disto que é feito o nosso blog: DEMOCRACIA SEMPRE, OPINIÃO LIVRE EM QUALQUER SITUAÇÃO.

      Só estou temeroso pelo desfecho de tudo isto: o time estava evoluindo a olhos vistos.

      Paret.

      Excluir
  4. Prezados amigos.

    Há 18 minutos estou em festa. O amigo de vocês aqui completa primaveras nesta quarta, dia 27.

    Peço a Deus somente saúde pois o resto, tenho tido o prazer de o ver nos trazer todos os dias.

    Paret.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, PARET. Que Deus lhe ilumine sempre, grande alvinegro. E, acima de tudo, grande pessoa.

      Excluir
  5. Meus parabéns, GRANDE AMIGO E IRMÃO DE CAMISA! Muita saúde para você e para toda a tua família, com muita paz e harmonia. E as conquistas são consequência desses requisitos em nosso lar. Que venham muitas outras "primaveras"... São os meus sinceros votos.

    Forte Abraço.

    Alexandre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Alexandre. Obrigado meu prezado.

      E continue enriquecendo o nosso espaço com suas opiniões. Estou para abandonar tudo o quanto é site e firmar o nosso pensamento aqui mesmo. Por aí só tem maluco, tchutchuca sentida que quer se fazer grande mas não aceita opinião contrária e aqui, somos livres e falamos o que queremos.

      E você sabe o quanto prezamos a sua participação. Aliás, está faltando a sua postagem. Vamos combinar, talvez para o final do carioca. Escolha a data e mande email.

      Paret.

      Excluir
  6. Parabéns Paret!

    Feliz aniversário, amigão!

    E vou te falar, o futebol brasileiro irá pagar muito caro por tudo isso que estão fazendo. O estrago será imenso, e o tempo para recuperar não será pouco

    Que havia impedimento no lance do pênalti é indiscutível, mas até isso mostra a fragilidade da arbitragem, que não marcou na hora.

    Hoje eu digo com convicção que não duvido mais de nada.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Henrique. Hoje terei um dia out pois o trabalho está pegado.

      Vou retornar à noite.

      Paret.

      Excluir
  7. Bom dia caríssimos Botafoguenses.

    Em primeiro lugar ao nosso grande Marco Paret desejo tudo de bom, muita saúde, paz e harmonia, muitas felicidades pelo dia de hoje meu amigo. Que vc possa comemorar muito anos de vida. Um grande abraço.

    Bom, sob tudo que foi dito acima, procurei desde domingo manter-me apenas lendo comentários porque não é de hoje que todos nós que já estamos na fase dos 40 aos 60 e tantos, vemos estas sacanagens contra o Botafogo. O editorial é maravilhoso em todos os aspectos, sem correções, e afirma exatamente o que todos nós já sabemos faz tempo. Falar de arbitragens, este BLOG já tem o seu comentarista (Alexandre) e assino embaixo de tudo que ele falou, perfeito.

    Quanto a interdição do estádio meus caros, vi ontem no jornal Nacional as imagens da cobertura, onde pode-se notar que as estruturas estão realmente corroídas pelo tempo e podem causar danos mais sérios. O que fica disto tudo? Não sei se é pela idade, que a gente vai ficando mais crítico, mais chato mesmo, já não aceita certas coisas, mas esta porcaria já tinha sido detectada a três anos, porque não tomaram a decisão de consertar há mais tempo. Deixam as coisas sempre para a última hora, quando não tem mais jeito. E agora vão jogar aonde? No aterro. p.q.p.

    Estes são o reflexos de um Pan-Americano, onde uma meia dúzia se locupletou com o dinheiro público, como estão fazendo agora com a Copa do Mundo e vão fazer de novo com a Olimpíada, constroem-se estádios, piscinas, velódromos e etc. etc. etc., tudo nas coxas sem critério, obras que custariam normalmente alguns milhões e com os aditivos, custam verdadeiras fortunas. Minha gente este é o Brasil, quem não gostar que e mude, esta é a filosofia deles. Pão e circo para o povo, o resto que e foda. Desculpem a expressão.

    Como tudo no futebol brasileiro de hoje é uma bagunça, e enquanto os torcedores (utopia pura minha) não se unirem e exigirem respeito e seriedade das federações e principalmente da CBF, onde na sua direção está um ladrão (rouba energia do vizinho para não pagar conta de luz), o que pode-se esperar deste esporte, na minha opinião NADA. O que nos move é apenas paixão pelo Botafogo, e ai estou com o Carlos Henrique, eu NÃO DUVIDO DE MAIS NADA, e acho que vou morrer assim.

    Um abraço a todos e parabéns meu nobre PARET.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luiz. Opinião é isso aí.

      Querem acabar com o nosso futebol meu amigo.

      Só tenho uma leve suspeita de que, mais uma vez, assim como em 34 e 57, o Botafogo não vai deixar.

      Abços.

      Paret.

      Excluir
  8. Bom dia nobres botafoguenses! Hoje "estou" misto de MUITA ALEGRIA e (MUITA, MAS MUITA MESMO) de raiva.
    ALEGRIA pelo amigo Paret, que completa mais uma primavera (mas não disse quantas...rsss), embora alguns achem indelicado perguntar a idade. e, sinceridade, não ligo para isso.
    Meu camarada, parabéns e tudo de bom, Deus te abençõe sempre e que continue com essa simplicidade, bom humor e carisma.
    MUITA, MUITA RAIVA MESMO sobre o assunto do estádio. Sempre que o Botafogo vai bem das pernas algo aparece para atrapalhar. Teoria da conspiração? Sei lá... Mas prefiro não comentar esse assunto agora, pois um assunto mais relevante merece destaque e apaga o mal:
    PARET, FELIZ ANIVERSÁRIO, BROTHER!!

    Gigante (scos) abraços botafoguenses em todos.

    ResponderExcluir
  9. Panis Et Circenses


    Eu quis cantar
    Minha canção iluminada de sol
    Soltei os panos sobre os mastros no ar
    Soltei os tigres e os leões nos quintais
    Mas as pessoas na sala de jantar
    São ocupadas em nascer e morrer

    Mandei fazer
    De puro aço luminoso um punhal
    Para matar o meu amor e matei
    Às cinco horas na avenida central
    Mas as pessoas na sala de jantar
    São ocupadas em nascer e morrer

    Mandei plantar
    Folhas de sonho no jardim do solar
    As folhas sabem procurar pelo sol
    E as raízes procurar, procurar

    Mas as pessoas na sala de jantar
    Essas pessoas na sala de jantar
    São as pessoas da sala de jantar
    Mas as pessoas na sala de jantar
    São ocupadas em nascer e morrer

    ResponderExcluir
  10. Carlos Henrique, essa também veio do mesmo período do movimento Tropicália. E que a letra da música seja o retrado do nosso futuro, do futuro do nosso BOTAFOGO.

    Apesar De Você

    Hoje você é quem manda

    Falou, tá falado
    Não tem discussão, não.
    A minha gente hoje anda
    Falando de lado e olhando pro chão.
    Viu?
    Você que inventou esse Estado
    Inventou de inventar
    Toda escuridão
    Você que inventou o pecado
    Esqueceu-se de inventar o perdão.
    Apesar de você
    amanhã há de ser outro dia.
    Eu pergunto a você onde vai se esconder
    Da enorme euforia?
    Como vai proibir
    Quando o galo insistir em cantar?
    Água nova brotando
    E a gente se amando sem parar.
    Quando chegar o momento
    Esse meu sofrimento
    Vou cobrar com juros. Juro!
    Todo esse amor reprimido,
    Esse grito contido,
    Esse samba no escuro.
    Você que inventou a tristeza
    Ora tenha a fineza
    de “desinventar”.
    Você vai pagar, e é dobrado,
    Cada lágrima rolada
    Nesse meu penar.
    Apesar de você
    Amanhã há de ser outro dia.
    Ainda pago pra ver
    O jardim florescer
    Qual você não queria.
    Você vai se amargar
    Vendo o dia raiar
    Sem lhe pedir licença.
    E eu vou morrer de rir
    E esse dia há de vir
    antes do que você pensa.
    Apesar de você
    Apesar de você
    Amanhã há de ser outro dia.
    Você vai ter que ver
    A manhã renascer
    E esbanjar poesia.
    Como vai se explicar
    Vendo o céu clarear, de repente,
    Impunemente?
    Como vai abafar
    Nosso coro a cantar,
    Na sua frente.
    Apesar de você
    Apesar de você
    Amanhã há de ser outro dia.
    Você vai se dar mal, etc e tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Alexandre. Bela lembrança.Grande Chico Buarque.

      As músicas são sim, contemporâneas, e apesar dos movimentos estéticos diferentes, tem uma origem, uma motivação, comum. Mas ambas possuem como alvo da crítica atores diferentes no processo.

      Enquanto em 'Panis et Circenses' o alvo "são as pessoas da sala de jantar", as mesmas que ficam vendo plim-plim, em 'Apesar de Você' a crítica vai para quem "inventou este estado, inventou de inventar toda escuridão".

      Mas "as folhas sabem procurar pelo Sol", e "amanhã há de ser outro dia", pois a manhã vai renascer e esbanjar poesia.

      Vamos ganhar a Taça Rio. Agora é a hora do OO mostrar serviço e blindar o elenco e manter o foco.

      Abraços!

      Excluir
    2. É uma questão de interpretação, de perspectiva. As duas músicas têm em comum a crítica ao autoritarismo e consequente perseguição e assassinato imposto pelo Estado terrorista, aos que não se submetiam, com a complascência da sociedade, que assistia a tudo de sua sala de jantar. Nesse contexto está a Copa de 70, momento em que mais "agiu" a ditadura. Uma coisa leva a outra, por isso a importância desse espaço democrático, onde podemos soltar o verbo sem dó nem piedade... rsrsrs Temos que afastar o "Calice" de vinho tinto de sague... hehehe

      SAN

      Excluir
  11. Olá amigos,
    Paret parabéns, muita saúde e felicidade, sei que não é fácil chegar aos 25 anos.



    Orlando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Orlando.

      Quando eu fizer aniversário faço questão de vc me desejar parabéns também. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Meu amigo Luiz,
      Você me parece uma pessoa que esbanja energia, então fica a pergunta:

      "Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?"
      Confúcio



      Orlando.



      Excluir
  12. Idem.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Olá galera.

    Muita coisa vindo no dia de hoje aqui no blog e assim, não tive como responder um por um e então, vamos lá.

    Gigante meu amigo, muito obrigado mesmo. Não vamos esconder idade pois este 2.5 que o Orlando me deu aí não vai dar para segurar mesmo.. rsrsrsrsrsrs.

    São 5.4 .. turbo, meus amigos... hehehehehe.

    Alexandre - meu brother: façamos assim então, veja no horizonte, semana de jogo ou não, sinalize aqui e mandamos email para combinar tudo.

    Alexandre e Henrique - Poesia é um dos motes do nosso blog, vocês lembram? O nosso blogueiro-garrincha Henrique sempre nos vem com algo poético para abrilhantar o espaço. Gostei muito e a letra do Chico então, quase se cruza com o da Beth (..você pagou com traição... a quem sempre te deu a mão..). Este aí da nossa musa da MPB é canto obrigatório da Torcida Jovem nas arquibancadas.

    Luiz Fernando - e veja você Luiz, já passei do dobro do que o Orlando mandou aí, mas valeu pelo incentivo... hehehehehe. Mas veja que ele também está indo por outras vias Luiz, citou Confucio e já já nos rejuvenece de verdade com mais poesia... hehehe.

    E sobre futebol amigos, acabo de chegar em casa, estava off e quando liguei o radinho, o vasvice se f... dia no seu joguinho contra o Olaria... Vou esperar... 45... 46.... 47... terminou 0x0.

    O Voltaço é o líder da nossa chave e basta lembrarmos da nossa estréia da Taça GB para sabermos que time é esse: pequeno-pequeno.

    Paret.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, mandei a letra de Panis et Circenses, de Caetano e Gil e eternizada pelos loucos Mutantes, e depois fiquei fora...

      Nem tinha me tocado que o jogo do Vasco era agora. 0 a 0 com o poderoso Olaria?

      Pois é, mas vejam com são as coisas, o cartão vermelho do Seedorf junto com a interdição do Engenhão deram em: Botafogo sem Seedorf contra o Vasco. Como as coisas são convenientes, não? E as pessoas na sala de jantar só se preocupam em nascer e morrer. Hehehe.

      Mas, sem querer tumultuar com papo de política, em país onde Renan Calheiros, com sua vasta hitória, chega a presidência do Senado, não dá para reclamar de eleição do Tiririca. Até porque, lembrando a imagem de abertura da postagem, o Tiririca é o perfeito representante do povo: pelo menos é um palhaço também.

      Desculpa aí, Paret, seu aniversário e eu mais ácido que suco de limão.

      Abraços!

      Excluir
  14. Também vou deixar minha manifestação musical:

    Comportamento Geral
    Gonzaguinha

    Você deve notar que não tem mais tutu
    e dizer que não está preocupado
    Você deve lutar pela xepa da feira
    e dizer que está recompensado
    Você deve estampar sempre um ar de alegria
    e dizer: tudo tem melhorado
    Você deve rezar pelo bem do patrão
    e esquecer que está desempregado

    Você merece, você merece
    Tudo vai bem, tudo legal
    Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
    Se acabarem com o teu Carnaval?

    Você merece, você merece
    Tudo vai bem, tudo legal
    Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
    Se acabarem com o teu Carnaval?

    Você deve aprender a baixar a cabeça
    E dizer sempre: "Muito obrigado"
    São palavras que ainda te deixam dizer
    Por ser homem bem disciplinado
    Deve pois só fazer pelo bem da Nação
    Tudo aquilo que for ordenado
    Pra ganhar um Fuscão no juízo final
    E diploma de bem comportado

    Você merece, você merece
    Tudo vai bem, tudo legal
    Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
    Se acabarem com o teu Carnaval?

    Você merece, você merece
    Tudo vai bem, tudo legal
    Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
    Se acabarem com o teu Carnaval?

    Você merece, você merece
    Tudo vai bem, tudo legal

    E um Fuscão no juízo final
    Você merece, você merece

    E diploma de bem comportado
    Você merece, você merece

    Esqueça que está desempregado
    Você merece, você merece

    Tudo vai bem, tudo legal



    SAN

    ResponderExcluir
  15. Caramba,

    Panis et circenses, Apesar de você e Comportamento Geral!

    A galera tá pegando pesado mesmo. Mas também, a situação pede.

    Mas galera, o que podemos fazer de fato? Lanço a pergunta, pois a situação é complicada.

    Acho que temos uma mobilização filosófica aqui. Mas como podemos atuar na prática?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho o pressentimento de que a reposta pode estar relacionado ao que você fez no menu noticias, que uma proposta ou ideia pudesse chegar a todos blogs irmanados.
      Para muitos a distancia física é um complicador.
      Acho que é um caminho... mas não tenho certeza.



      Orlando.

      Excluir
    2. Orlando, ainda vou trazer o produto final e investir nisso.

      Acho que esse fim de semana não será o ideal, mas o momento é oportuno.

      Abraços!

      Excluir
  16. Mobilização é algo complicado Henrique.

    Não conseguiríamos mobilizar muita gente (nem torcida de povão consegue) e no futebol, as coisas não são como na política aonde, apesar dos Renans, podemos não votar de novo nos Cabrais ou Eduardos.

    Estamos de pés e mãos atados e só temos os nossos foruns para gritar.

    E não ligue para a confusão no meu aniversário: separei as coisas e estou comendo doce como se hoje fosse dia de S. Cosme e S. Damião. Acabo de pedir arrego por algumas horas pois teve bolo de cenoura, terá bolo mais tarde e mais chocolate. A canjica da páscoa vem aí.. socooooooooooooorrooooooooooooooooooo.. hehehehe

    Paret.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje tem marmelada? Tem sim senhor!

      Hehehe. Paret vai virar Paretão, vai ficar redondo. Hehehehe.

      Tou zoando só. Sei que é só da comemoração mesmo, depois fica pianinho.

      E "eu ando tão desligado" que nem tinha me tocado do jogo do Vasco, com 1 pontinho, podendo chegar no máximo a 13, praticamente eliminado. E fui olhar, o Flu também está jogando agora. Estava perdendo de 1 a 0 pro Macaé, mas já empatou.

      Vamos gritando, que sempre se encontra eco.

      FOOOOGOOOOO!

      Parabéns mais uma vez, Paret!

      Excluir
    2. Valeu meu camarada.

      Vou tomar um banho para continuar acompanhando o futebol, infelizmente, só com a mulambada: o melhor time do campeonato foi punido por jogar bola.

      Já vi este filme na Libertadores/73. Iríamos eliminar o time chileno em Santiago na semifinal mas Jairzinho foi expulso de tanto apanhar.

      Paret.

      Excluir
  17. E a mulanbada vai perdendo por 1 x 0. Eita coisa boa... rsrsrs

    Mas a quetão não é essa. Podemos fazer a diferença. O crápula do prefeito é muito bandido, temos que fazer o possível para queimar o filme dele. Temos que agitar os espaços que frequentamos no ciberespaço e demonstrar o que esse sujeito representa para os CONTRIBUINTES do Rio de Janeiro (prejuízo). Quem vai pagar a conta somos todos nós... Fez a kaka (acertos por baixo do pano) com a Delta, já de caso pensado, e repassa todo o prejuízo para a prefeitura, que paga suas contas com dinheiro dos contribuintes. Quem assumiu depois foi a OAS e a ODEBRECHT, só que com cláusula de que os possíveis "vícios" de contrução relativos ao período da DELTA ficariam a cargo da Prefeitura. Ora bolas, isso não faz sentido. Se a DELTA fez e não prestou, quem tem que arcar é a empresa. E se a OAS e a ODEBRECHT assumiram, tinham que fazer um (no mímimo) laudo técnico que apontasse possíveis falhas e aí sim, passariam a se eximir de qualquer culpa, mas responsabilizando a DELTA e não a PREFEITURA. Afinal, não tinha um contrato firmado entre a DELTA e a Prefeitura? Cadê o Ministério Pùblico? (Chame o Ladrão...) E caso ela não exista mais, executemos seus donos/proprietários no que estiver ao alcance... simples assim. Muito fácil jogar a "culpa" no "alheio" e sobrar como sempre para o contribuinte a conta. Isso cheira a mal, cheira a carniça e lembra urubú. E o Botafogo não pode ficar no pejuizo, tem que processar e cobrar judicialmente todos que tiverem culpa no cartório. Em tempo: Li reportagem onde aponta o nosso Preeito, TÃO PREOCUPADO, se elegendo como prefeito com o discurso de não haver nenhum problema estrutural no ENGENHÃO (Stadium Rio). Passados 6 anos da construção, as mesmas empresa que finalizaram a contrução, são as memas que farão a correção dos problemas (e os otários dos contrubuintes é quem pagam). É o meu parecer, SMJ.

    SAN

    Alexandre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É amigos,

      Mas o problema é a falta de alternativas. Falam tanto que o povo vota mal. Realmente vota, mas também vi reportagem sobre intenção de votos para governo de estado no Rio de Janeiro. Candidatos: Pezão, Cesar Maia, Garotinho e Lindberg. Como escolher?

      Quando falei esta relação de candidatos minha esposa até comentou: poxa, pena que não tem o Beira-Mar, seria melhor candidato, pelo menos já está preso.

      Em tempo: os urubus empataram. Este tropeço do Bangu pode custar a vaga, pois Flu, Resende e Boavista ficarão com boa vantagem.

      Abraços.

      Excluir
  18. Sabem o que andei refletindo e imaginei que irá acontecer?

    O Engenhão vai ficar fechado semanas ou meses, nada vai acontecer, nada será feito, farão outro laudo e ele será liberado. E "voltará tudo ao normal".

    Uma pouca vergonha mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique meu amigo.

      A interdição do Engenhão é o 'doping do Dodô'/2013.

      Sem tirar e nem acrescentar.

      Paret.

      Excluir
  19. Não sei porque, mas sinto que existe uma coisa pré armada para a interdição do Engenhão, e não tem nada ver com a campanha do time no carioca, parece mais ser coisa politica, coisa do submundo onde todos os envolvidos saem ganhado e nós torcedores pagamos a conta. Mas é só pressentimento.



    Orlando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Orlando, também acho que o foco é a licitação do Maracanã.

      Mas envolve Olimpíadas, eleições e muito mais coisas.

      Mas aproveita-se e dá uma travada no Botafogo, e não por conta de carioca, mas do restante do ano e os anos seguintes. A tal história de que finalmente os naming rights estavam saindo é um ponto.

      Mas ainda acho que o principal é a licitação do Maracanã, o tal edital de concessão.

      Vamos ficar atentos aos desdobramentos dos fatos. Estou apostando que suspendem a interdição sem mexer em um parafuso do estádio, e aí teremos certeza absoluta de que foi mais um "maior espetáculo da Terra" armado.

      Abraços.

      Excluir
  20. Olá amigos,

    Concordo com os comentários e digo que quem vai sair prejudicado nessa história é o BFR, pois tem contrato com as empresas que patrocinam, cuidam do Engenhão, ouvi até dizer que estava próximo do acerto da naming rights (30 mi) e já foi descartado.

    A realidade é que tem muita coisa estranha acontecendo, porque só agora disseram que a estrutura é ruim? Projeto Fajuto? Propina na licitação? São essas e outros fatores que faz o dinheiro do povo ser gasto em algo que deveria ser investido melhor em saúde, educação.... A verdade é Brasil tem muita coisa errada.


    Em tempo, Feliz aniversário atrasado Paret, felicidades!!


    Saudações Alvinegras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rodrigo.

      Obrigado pela lembrança. O aniversário foi ontem mas costumamos sair comemorando sempre até o fim da folga, quando ocorre de cair em meio de semana.

      Já sobre o estádio, merece nova postagem, vejam vocês. O naming rights com estes 30 milhões, todo o patrocídio que o Botafogo já tem e que circunda todo o complexo do Engenhão, tudo isto vai colocando o Botafogo mais forte. Agora mesmo, com os principais times do Paraná quebrando com a emissora, caso o Fogão fizesse isto aqui também, sairia ganhando pois a emissora tem andado para nós mas eles lá na TV teriam muito o que perder, nos jogos nossos os quais não pudessem transmitir em rede aberta.

      A sujeirada é grande e merece uma 'futucada' boa.

      Paret.

      Excluir
  21. Paret, um pouco atrasado como bom mineirinho um pouco lerdo, desejo a você toda felicidade do mundo e parabéns pelo aniversário, quanto a sacanagem costumaz contra o Botafogo eu lamento e mando esses ridiculos e corruptos politicos a puta que os pariu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Braso.

      Obrigado meu amigo. E não se importe com os xingamentos a estes podres dirigentes. O que já digitei de tnc, pqp e coisas do gênero aí pela internet não está em nenhum dicionário de palavrões.

      Estou já aqui pensando em nova postagem sobre esta sacanagem toda.

      Abços.

      Paret.

      Excluir
    2. Braso,

      Cito Rui Barbosa, em famosa frase:

      "De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto."

      Nós com vergonha de sermos honestos? Faço coro: Vão pra puta que os pariu, cambada de políticos corruptos!

      Abraços!

      Excluir

Sou Botafogo

Sou Botafogo
campanha gratuita do BLOG BOTAFOGO ETERNO pela associação - clique no banner

Leia aqui como o Botafogo mudou o rumo da história do esporte no Brasil (e do futebol no mundo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imagens Históricas - Por Luiz Fernando do BLOG