Você é nosso visitante nº_ marcador de visitas

A LENDA - clique na imagem e faça um tour pela gloriosa história do Botafogo

13 de ago de 2017

BRASILEIRÃO - SEGUNDO TURNO

BOTAFOGO 1x0 GRÊMIO






O gol do jogo - Leandrinho

Nestes dias de “pressa alvinegra”, eu diria que é proibido chegar atrasado aos nossos jogos. Se na partida da última quinta-feira, contra os uruguaios, precavido, acabei saindo meia hora mais cedo do trablaho (vou pagar este tempo hoje, ficando meia hora além do meu horário) e, mesmo assim, tive que passar por multidões para estar no meu lugar lá na Leste superior uma hora antes da festa, hoje, infelizmente perdi o gol do Leandrinho.

A justificativa é compreensível: era dia dos pais, o evento principal do dia era com o ‘meu casal amado’. Fiquei com os dois até meio dia e na parte da tarde, com a menina tendo compromissos particulares, continuei a programação com o garoto. Compreensivo, como íamos para shopping, em vez de ficarmos por aqui pelo bairro, ele mesmo escolheu o Norteshopping. Assim, cumpríamos o nosso gostoso ritual de comemoração do meu dia e, na saída, ele já estaria no caminho de casa e eu não tão longe assim para chegar ao estádio.

Só que o compromisso se estendeu até 18:30. Saímos do shopping, fomos até o carro, ele pegou a sua mochila e dali, o levei ao ponto de ônibus mais próximo e, enfim, “partiu! Arena Nilton Santos”. Mas este Botafogo “the flash” tá demais. Fui ouvindo a narração e quando virava a rua das Oficinas, já atrás do setor norte, ouvi a narração no fone e o grito vindo de lá do interior do estádio. Gol do Leandrinho. O narrador insistia em falar ‘Leandro’ mas confirmei com o Henrique (ele já tinha entrado), pelo whatsapp, que era mesmo o nosso futuro camisa 10.

Contada então a minha história que, convenhamos, praticamente nada tem a ver com o que temos para discutir aqui, fechei com esta parte do gol para falar deste garoto (mais um) da nossa base. Desde as suas primeiras aparições, vi ali potencial de jogador para ser tudo o que o Camilo foi por pouco tempo e neste caso especial, o da nossa cria, o ser de forma duradoura. Ele fez gol em final de carioca, jogou muito por várias partidas do ano passado, se contundiu, perdeu o ritmo e o tempo de bola, se contundiu de novo mas vejam como voltou. Foi dele o passe para o terceiro gol naquele jogaço contra o Atlético-MG, mostrando tranquilidade, controle de bola e cabeça erguida para antever a melhor jogada.

Destas três qualidades, quando conferi o gol mais tarde, pela TV, pude perceber a sua boa habilidade na feitura do gol. Um ‘tapa’ bem rápido na bola, sem ter que pensar a jogada, a escolha do canto e a colocação da “redonda” de forma correta no gol, sem a menor chance para o goleiro.

Foi o jogo do nosso 11 reserva que, a cada dia, pega mais ritmo, mais entrosamento, não deixando a pegada do time titular fazer-lhe inveja. E o que é o Bruno Silva, meus amigos? O que é aquilo, pelo amor de Deus? O cara chega aos 45 minutos finais de uma partida, o time perde uma bola no ataque e ele corre na meia esquerda, o adversário vira a bola para o outro lado e lá vem ele, num pique de início de jogo, correndo de novo para evitar a evolução da jogada. O inacreditável Bruno Silva, realmente, não tem explicação.

Quanto ao Leo Valencia, fora a mania de querer resolver o jogo sozinho, gostei da sua participação em campo (foi dele o início da jogada no gol único da partida) e vimos que cansou no fim. Mas já mostra ter entendido qual é a deste time, correndo, igualmente, de um lado para o outro do campo a evitar que o adversário possa avançar livre para a nossa área, fechando o espaço, dificultando o passe. Acho que vai dar liga. Nota de destaque também para o Marcelo. Atuou com desenvoltura, matando quase todas as jogadas do adversário pela esquerda, mormente no final do jogo, com fôlego de velocista.

E o Gatito, 'avila lá' que defendeu mais um pênalti.


O acesso ao blog não é recomendado com o navegador Internet Explorer.

3 comentários:

  1. Concordo com tudo!!!

    Neste jogo os meus filhos deram o presente para o pai de irem os dois comigo ao jogo. Presente meio repetido mas que vale sempre. kkkkk

    Lendrinho jogou muito bem durante 30 a 40 minutos, faltou ritmo de jogo. Fez muito bem, a altura, o papel do João Paulo ajudando a marcação na esquerda, e durante 20 minutos ainda armous e chegou no ataque bem.

    Leo Valencia jogou muito bem, mas no segundo tempo errou mais, e vacilou em dois lances, creio que pelo cansaço junto com a ansiedade.

    Acho que o que pesou mais a esse time reserva foi a falta de ritmo, e por isso a partida foi muito importante.

    No final do jogo também pesou o entrosamento, principalmente por uma pequena desorganizada provocada pelas substituições necessárias. E o cansaço a mais que bateu.

    Três pontos importantes na corrida pelo Brasileiro! E voltamos à oitava posição.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia caríssimos Botafoguenses.

    Pois é meus amigos, a gente fala aqui e o nosso técnico vai e faz (kkkkk), acho que ele anda dando uma passadinha aqui para ler os "experts" do assunto futebol.

    Porque falo isso, porque temos um time alternativo pra lá de bom, basta treinar que a briga lá em cima vai ser boa, pois muitos destes têm condições de jogar no principal fácil.

    Alguns deste time só precisam se conscientizar que a cereja do bolo se chama Jair Ventura, não adianta qualquer jogador querer ser a estrela que não vai conseguir, este é o espírito de Bruno Silva que sobra mas mantém a humildade e o espírito de grupo sempre. Digo isso simplesmente porque não podemos desperdiçar os contra-ataques como foi ontem, pois o adversário de repente faz um gol e deixamos de ganhar três pontos importantíssimos como ocorreu no jogo. Tivemos por umas três vezes para matar a partida e não conseguimos por puro preciosismo de alguns. Definitivamente isso não pode acontecer.

    No mais foi demonstrado que temos um elenco alternativo muito bom.

    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir

  3. Olá, amigos!

    Gostei muito do que vi: um time de reservas que, quando atacado, tinha no Marcelo um leão de chácara muito eficaz na nossa defesa mas que quando retomava a bola, dava muito trabalho lá na defesa deles. Torço agora é para que o Leo vingue, já que parece sim ser atleta de bom trato com a bola.

    Paret.

    ResponderExcluir

Sou Botafogo

Sou Botafogo
campanha gratuita do BLOG BOTAFOGO ETERNO pela associação - clique no banner

Leia aqui como o Botafogo mudou o rumo da história do esporte no Brasil (e do futebol no mundo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imagens Históricas - Por Luiz Fernando do BLOG