Você é nosso visitante nº_ marcador de visitas

A LENDA - clique na imagem e faça um tour pela gloriosa história do Botafogo

2 de mai de 2013

BOTAFOGO EMPATA COM O CRB




BOTAFOGO 0x0 CRB

Jogamos com time misto e empatamos.

Boa noite amigos alvinegros. Fomos a campo hoje pensando na decisão do próximo domingo (o jogo contra o Flu pela T. Rio) e assim, levamos o time com Jefferson, Edilson, A. Carlos, André Bahia e Lima, Renato, Lucas Zen, Andrezinho e Gegê, Bruno Mendes e Vitinho. Não seria possível imaginar este time buscando um resultado positivo e foi o que afinal aconteceu.

Eles vinham com Schwenk, a grata surpresa de trazerem o nosso antigo Volante Ademir Vicente comandando o time do banco e o sempre bizarro e engraçadíssimo Walter Minhoca. Que figura senhores. Aos 33 anos, engana ali no ataque mas nada que assuste uma zaga experiente. E logo aos 55 segundos, Vitinho recebeu bom passe, ajeitou para a esquerda e mandou no canto. Aqui, vendo pela TV meio de longe, cheguei a pensar que havia saído o nosso primeiro gol. Vimos também o time deles partir para a nossa área em velocidade mas nestas tentativas, a nossa zaga experiente garantia a tranquilidade do Renan.

Só a má forma do Zen e do Renato causavam preocupação pois, apesar de ser o adversário um pequeno, era jogo fora de casa e a competitividade ditava o tom da partida, o que sempre prejudica a quem não vem jogando e está sem ritmo, no caso específico, estes nossos reservas. Nesta situação, podíamos incluir o Andrezinho, que praticamente não era visto em campo, Renato, outro que quase nada produzia e até mesmo o Lucas Zen, muito aquém do bom volante de 2011. Mas o nosso time passou a controlar o ímpeto do adversário, tocando a bola para esfriar e compactando na defesa para evitar os passes rápidos e assim, fomos levando a partida em banho maria por toda a primeira etapa.

Jogo que segue, Lima, em bela jogada com Andrezinho, perdeu o gol aos 19 minutos, por querer surpreender o goleiro chutando sem ângulo, quando Bruno Mendes entrava pelo meio em melhores condições e Gegê, alguns minutos mais tarde, também criou uma boa chance pela meia direita mas chutou para fora. Chegamos a sofrer perigo como aos 28 quando, numa jogada rápida, o atleta deles chegou à frente do Jefferson pela esquerda mas no toque, Antonio Carlos salvou tirando a bola do caminho do gol.

Aos 30 minutos desta etapa, íamos muito mal no jogo, sem rebote e sem uma saída de bola minimamente decente mas quem perdeu gol feito mesmo foi Andrezinho, aos 36 minutos, chegando atrasado para escorar uma bola cruzada da direita. Chegamos ao fim desta primeira etapa então com um 0x0 que nos era bem favorável, ante a nossa falta de futebol para assustar o adversário.

Na segunda etapa nosso time tentou começar atacando mas, sem objetividade, pela falta de um número 9 mais agudo, não conseguimos nada lá na frente e não raro, tomávamos sufôco. Aos 8 minutos e meio, Jefferson operou o primeiro milagre em bola chutada pelo atacante que chegou em cima dele, livrando-nos de tomar o primeiro gol. Nosso time estava visivelmente entregue à pressão do adversário e tínhamos em Bruno Mendes uma nota triste, um atleta a menos em campo.

Aos 10 minutos, tivemos uma boa jogada do Vitinho que, redundando em falta, deu em bola no travessão do Andrezinho, mas o time não aproveitava estes momentos para embalar. Aos 20 minutos, Bruno Mendes saiu para a entrada do Sassá pois a esta altura éramos quase que totalmente dominados pelo adversário. Era quase impossível “enxergar” o Renato em campo e quanto a Andrezinho, bem sabemos que sem ritmo de jogo, nada produz. Um jogador que surpreendia nisto tudo aí era o Edilson, não tão efetivo assim na defesa mas, quase sempre, acertando passes que poderiam fazer a jogada progredir caso tivéssemos meio de campo neste segundo tempo. Uma pena a bola do Sassá aos 31 resultar em impedimento, eis que seria um belo gol e em momento importante da partida, mas a nossa proposta era mesmo cozinhar o jogo. Aos 33, Oswaldo colocou Henrique e Jadson, respectivamente nos lugares do Andrezinho e do Renato, ou seja, a nossa meiuca que nada criava saiu para dar lugar a atletas que poderiam, descansados, criar algo de bom mas nada se viu de novo. Aos 37, num belo giro, Vitinho chutou com perigo uma bola cruzada mas não conseguimos o gol e assim, a partida foi se resumindo a um adversário querendo ir à frente com vontade e, às vezes, rapidez e o nosso time cozinhando e tocando, à espera do melhor lance, mas este lance acabou não chegando. O zero a zero até acabou sendo um resultado aceitável, pela má forma de vários dos reservas em campo e pela dificuldade em se tentar o gol sem se ter um atacante de respeito. Agora é a decisão do carioca.



Na TV, mas só no segundo tempo...  só que na verdade não vi futebol.

Jogo ruim demais, muito pouco a falar, e pouco já sabendo que serei repetitivo, mesmo sem ler o que Paret escreveu.

Felizmente o que vi é que este time do CRB é mais frágil, corre menos e tem menos disciplina tática que a equipe do Sobradinho.

Mas este nosso time reserva estava um horror. Muito lento, dando espaço, sem entrosamento. Era esperado, com Andrezinho, Renato, Zen e Antonio Carlos sem ritmo de jogo, voltando de contusão. Por outro lado Gegê e Vitinho sentiram a responsabilidade, mesmo que este último tenha tentado assumir a responsabilidade e puxar o time.

Por outro lado, a atuação do Lima até surpreendeu. Não, ele não jogou bem, mas se mostrou um pouco melhor defensivamente. Já na outra lateral vemos que com Lucas, Edilson e Gilberto não teremos maiores problemas ao longo do ano.

Bruno Mendes continua nulo e ineficaz, Henrique entrando no fim e sem mostrar nada que anime a vê-lo por mais tempo em campo, embora ache que mereça pelo menos uma chance de jogar mais de 45 minutos. Sassá mostrou vontade, mas em tum time bagunçado pouco rendeu.

O resultado parece ter sido o esperado pelo Oswaldo de Oliveira. Mesmo sendo jogo fora acho que foi um pensamento medíocre que levou a uma atuação medíocre.

Teria sido muito melhor para Gegê, Renato, Andrezinho, Vitinho, Bruno Mendes, Henrique, ou Edilson term entrado em um time misto, mais entrosado, com jogadores com mais ritmo. Atuar ao lado de Seedorf, Lodeiro, Gabriel.

De qualquer forma, dos males o menor. Um empate em zero a zero perfeitamente reversível aqui no Rio de Janeiro. Sim, reversível, pois foi um placar melhor para eles.

Vamos aguardar a mexida no elenco, pois saídas ocorrerão e reforços são necessários, e voltar o foco para a Taça Rio. Encerrar este estadual com o título no domingo ajudará bastante. O jogo de agora a noite, do Fluminense, poderá ajudar. Volto à TV.

Abraços.

13 comentários:

  1. Gol do Emelec.

    Isto pode ser decisivo para domingo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem estou acompanhando Henrique. Vou ligar o rádio aki.

      Paret.

      Excluir
    2. 2 a 1 para o Emelec.

      E agora, o que o Abelão vai fazer no domingo?

      Acho que vamos resolver esta Taça Rio no segundo tempo. É só ter paciência, tocar a bola e deixar eles se cansarem. No segundo tempo, com pegada e correndo, devemos vencer.

      Depois temos 10 dias para esperar o CRB. Vamos ter condições de chegar com time completo e 100%, então não devemos ter dificuldades também.

      Abraços.

      Excluir
    3. Cara.

      Estive falando isso estes dois dias. Se o Flu-C passasse sufôco lá, viria cansado, teria que sacrificar o time e aí, bastaria tocarmos a bola no primeiro (o que o Botafogo vem fazendo por vários jogos) e matar no segundo tempo.

      Acho que as taças estão garantidas no domingo.

      Paret.

      Excluir
  2. Bom dia caríssimos Botafoguenses.

    Recebi e-mail de nosso amigo Quarentinha, e transcrevo o que nos interessa. hehehe

    Quanto ao BLOG , pretendo voltar em breve. Aliás , passei uma fase terrível, de muito trabalho e alguns problemas de ordem pessoal com pouco tempo livre. Mas avise aos Grandes Paret e Henrique que em breve voltarei a participar ativamente. Prometo !!!!

    Quanto ao jogo caros amigos sem comentários, foi um martírio assistir aquilo. Viva a comissão técnica do Botafogo que perdeu a grande oportunidade de encerrar esta fase ontem. (E tem gente que gosta deles).

    Um abraço a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz,

      Que ótimo ter notícias do nosso Quarentinha!

      Torço para que ele retorne ao BLOG em breve mesmo.

      Quanto ao jogo, nem teve... de tão chato que foi.

      E se o Andrezinho não melhorar muito, e rápido, nem para reserva, como era utilizado no Inter, servirá.

      Agora, sobre o jogo da volta eu fiquei com a impressão que era o que o Botafogo queria. Será que vale a pena?

      Abraços.

      Excluir
  3. Minha opinião. Gegê, deixou a desejar. Deveria ter entrado o Jeferson. Lucas Zen mal, errando passe e dando contra ataques. Antônio Carlos me lembrou os velhos tempos da defesa claudicante. É só comparar a defesa A. Carlos x Cacatua e Dória x Bolívar. Nem tem comparação, né? O André Bahia meio perdido, mas num time desentrosado não podia ser diferente. Ele é melhor que A. Carlos. Lima não jogou nada, mas foi a MELHOR partida dele. Deu pro gasto só na defesa, mas mesmo assim quase fez lambança com aquele carrinho DENTRO DA ÁREA. Fossem os "velhos tempo" e lá íamos nós para marca de cal. Vitinho com lampejos de jogo coletivo, mas predominando a individualidade, como no chute sem âmgulo que poderia teri sido gol, nos pés do Bruno Mendes. Edilson teve bons momentos, mas não fez sombra para Lucas. Andrézinho alternou bons e maus momentos e não foi efetivo no combate no meio de campo, dominado pelo CRB (não só por falta de combatividdade dele), mas pelo conjunto da obra. Pesou a falta de rítmo e o desentrosamento se refletiu nos constantes erros de passes. E que gol perdeu o Andrezinho. Ele deveria receber a camiseta dada ao Seedorf, do Inacreditável Fudebol Clube. Jefferson fez o de sempre e salvou o Botafogo nos momentos difíceis. O melhor da partida, disparado. Vitinho está um Caio melhorado, mas com os mesmos defeitos. Individualista e fominha. E por fim, o Bruno Memdes não se achou em campo, não produzindo nada de efetivo, apesar de correr e até voltar para ajudar na marcação.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia amigos.

    Mas que notícia maravilhosa esta do Quarentinha. Uma pena mesmo ele não ter vindo ao blog, sócio-fundador que é. Mas agora estaremos na expectativa de vermos de novo aqueles comentários críticos e certos, atirando na mosca. Assim é o nosso blog, imparcial, de opinião aberta e com todos falando o que pensam. Volte logo amigo Quarentinha e que todos os problemas se resolvam.

    Sobre o jogo, acho mesmo que acabou ficando bom termos a segunda partida aqui pois, periga encerrarmos o carioca no domingo e assim, é jogo para manter o time atuando. Se tivéssemos ido com tudo ontem e eliminado o jogo de volta, vencendo direto no domingo, ficaríamos quase um mês parados.

    Aliás, se a diretoria fosse atuante, até poderia pedir a passagem do tal jogo para a semana seguinte pois acho que a próxima etapa não iria conflitar em matéria de datas. Se alguém souber da tabela, por favor, faz aí um esclarecimento ok?

    E sobre o comentário do Alexandre, Considerei aquela letargia do time como sendo atletas, ou sem condições mesmo de serem titulares ou então, total falta de ritmo e aí, podemos dizer que jogaram com inteligência.

    A única nota que acho chata é que parece mesmo estar o Bruno Mendes fora do que queremos em matéria de padrão de atacante. Acho mesmo que não volta mais ao momento do final do brasileirão.

    Paret.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde amigos,

    Vou ser taxativo: Nenhum centroavante de oficio(matador finalizador) vai funcionar nesse esquema do Oswaldo.

    Centroavante que podem funcionar seria do estilo Et'o , acho Santa Cruz(caso venha) não fará muita diferença.



    Orlando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Orlando,

      Já ando desconfiando disso. Não deu para Loco, Elkeson, Bruno Mendes, Henrique... o único que se adaptou foi o Rafael Marques, sem ser centro-avante e quase não fazendo gol nenhum.

      Então seria melhor colocar logo mais um meia e pronto?

      Abraços.

      Excluir
  6. "Como esperar que a torcida do Botafogo seja "gigantesca", se para ser torcedor do Botafogo tem que ser selecionado?"





    Orlando.

    ResponderExcluir
  7. Bicho pegando no trab... mas não podia deixar de replicar:

    Zé Fogareiro ‏@zefogareiro 3 min

    Opa! Dória, Gabriel e Vitinho acabaram de ser convocados pra Seleção Brasileira Sub-20. É o Show da garotada Botafoguense, Zé

    ResponderExcluir

Sou Botafogo

Sou Botafogo
campanha gratuita do BLOG BOTAFOGO ETERNO pela associação - clique no banner

Leia aqui como o Botafogo mudou o rumo da história do esporte no Brasil (e do futebol no mundo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imagens Históricas - Por Luiz Fernando do BLOG